Paciente recebe alta da UTI após 49 dias de internação no HRF


Identificado desde cedo com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), de grau moderado, Igor Oliveira Santos, 26 anos, venceu uma das batalhas mais importantes de sua vida. Acometido pela Covid-19, o jovem passou 49 dias internado no Hospital Regional de Formosa, sendo 45 na UTI.

Com problemas na fala e cadeirante, Igor viu-se por muitos dias longe da família e da rotina de casa, dois fatores que trazem segurança para as pessoas no espectro autista. No hospital, o esforço da equipe médica, com compreensão e acolhimento, foi fundamental para sua recuperação.

“Oferecemos o mesmo protocolo de atendimento e segurança a todos os pacientes que contraíram o coronavírus, porém uma das características do HRL é o tratamento humanizado e individual”, disse Vânia Fernandes, diretora executiva da unidade.

O aprendizado não foi apenas para Igor e a família. Sua passagem pela unidade hospitalar comoveu médicos, enfermeiras e técnicos de enfermagem. A necessidade de desenvolver uma escuta ativa e levar algumas atividades motoras de maneira mais lúdica foi um dos desafios no tratamento.

“Criei um vínculo lindo com o Igor por meio da linguagem não verbal. Sempre que fazíamos as vídeo chamadas para a sua família, ele me agradecia com um olhar terno”, disse Sayonara de Cássia G. Batista, psicóloga do HRF.

Segundo a mãe do paciente, Odília Oliveira dos Santos, 48 anos, até os 15 anos o filho andava e realizava algumas atividades de forma autônoma. Com o agravamento da sua condição, a fala e as atividades motoras, como caminhar e comer sozinho, foram comprometidas.

Á saída do HRF, Igor foi recebido com aplausos, balões e muita festa pela família e colaboradores da unidade hospitalar.

Recuperado do novo coronavírus e sem nenhuma sequela respiratória, o paciente continua seu tratamento supervisionado em casa. Diariamente, Odília recebe uma ligação da junta médica do Hospital Regional de Formosa para acompanhar o quadro clínico e a evolução do filho.

Além disso, ele vem retomando a força muscular com sessões de fisioterapia semanais. “Todos os funcionários do Hospital Regional de Formosa estão de parabéns. Meu filho foi muito bem atendido e recomendo o hospital para quem precisar”, afirmou Odília.

O que é autismo?

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma síndrome e concentra-se especialmente em desordens neurológicas. Desta maneira, o transtorno pode se manifestar de diferentes formas e variar de indivíduo para indivíduo, com graus que vão de mais leves a mais graves.

Geralmente, o TEA apresenta três características que são identificadas: dificuldade de socialização, comportamento repetitivo ou restritivo e deficiência na comunicação verbal e não verbal.

 

Sobre o HRF

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia, o hospital com todas as melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Assessoria de Comunicação Hospital Regional de Formosa

Aline Marinho (11) 95484-9927 – aline@ecco.inf.br

Dario Vasconcelos (11) 95761-7712 – dario@ecco.inf.br

Postar um comentário

0 Comentários