MPDFT investiga parcelamento ilegal no Lago Norte

DF Legal deve identificar os responsáveis pela ocupação da área

Foto: Luana Ferreira.

A 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística (Prourb) abriu procedimento para investigar loteamento clandestino em área pública no Lago Norte. O local, que pertence à Terracap, é conhecido como Chácara Boa Esperança. O documento foi assinado nesta segunda-feira, 1º de junho.

A Prourb requisitou à Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) que realize, com urgência, ação fiscal para identificar os responsáveis pelo parcelamento da área. Peritos do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) farão mapeamento constante no local, por meio de drones.

A tentativa de parcelamento na região vem, pelo menos, desde 2011. Chamou atenção da Prourb que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) tenha aprovado, recentemente, a regularização e a ampliação do condomínio Porto Seguro, o que incluiria parte da Chácara Boa Esperança. Para isso, usou dispositivo do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT) que prevê essa possibilidade para setores habitacionais. O Setor Porto Seguro, no entanto, abrange parte da região administrativa do Paranoá e não tem relação com a Chácara Boa Esperança.

Essa alteração tornaria possível a venda direta de áreas que não estão ocupadas, pois trata-se de regularização, não de novo parcelamento. A 2a Prourb alerta que está atenta à ação de criminosos que, aproveitando-se da situação de calamidade pública em virtude da COVID-19, tentam efetivar a ocupação ilegal de áreas públicas.

Postar um comentário

0 Comentários