Abertura da W3 Sul promove qualidade de vida para pedestres e ciclistas

Os integrantes da Rede Urbanidade destacam que medidas como essa podem dar novos sentidos aos espaços urbanos e gerar qualidade de vida para a população. Também reforçam que é preciso agir de forma segura, garantindo o distanciamento necessário para evitar a disseminação da Covid-19


Foto: Guilherme Gadelha.


A Rede Urbanidade, formada por representantes da sociedade civil e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), divulgou nota nesta terça-feira, 16 de junho, com avaliação positiva sobre a liberação da avenida W3 Sul para o lazer da população aos domingos e feriados, com a restrição do acesso aos carros. A medida, que começou a valer na última semana, é considerada um passo importante para o resgate e a revitalização de uma avenida que já foi o centro da cena social da capital da República.

De acordo com os autores do documento, a iniciativa do Governo do Distrito Federal mostra convergência com os anseios da população no sentido da criação de espaços urbanos ao ar livre, desde que as pessoas possam estar de forma segura, garantindo-se o necessário distanciamento para que se evite a disseminação da Covid-19. Para isso, destacam que é indispensável que os cuidados e recomendações prescritos pelos profissionais de saúde sejam respeitados na implementação da medida, conforme preocupação externada pela Rede Urbanidade em Carta Aberta, divulgada em 11 de maio de 2020.

O grupo avalia que políticas como essa podem dar novos sentidos aos espaços urbanos e gerar qualidade de vida para a população, sem a necessidade de grandes investimentos. “Esperamos que essa iniciativa ultrapasse as fronteiras do Plano Piloto e possa alcançar também as demais regiões administrativas do Distrito Federal, de modo que seus moradores também tenham o direito de desfrutar de semelhantes espaços de convívio social”.

A nota destaca ainda que “de tanto vivermos em ambientes degradados, chegamos mesmo a acreditar que esse é o único mundo possível. Porém, o tempo deve mostrar que essa medida poderá ser especialmente benéfica para os moradores da região e para o comércio local que aos poucos viu sua clientela ser afugentada pela má qualidade da vida urbana nesse espaço”. 

Esporte e lazer

Desde 9 de junho, quando foi publicado o Decreto Nº 40.877/2020, a W3 Sul passou a ter o trânsito de ônibus e automóveis interrompido entre as quadras 503/703 e 515/715 Sul, aos domingos e feriados, das 6h às 17h. Com a proposta, a via se tornou exclusiva para caminhadas, corridas, passeios de bicicletas e veículos não motorizados. Estão proibidas atividades recreativas e esportivas que gerem aglomerações. Também não é permitida a comercialização de produtos por vendedores ambulantes. 

A Rede registrou que já nos primeiros dias de aplicação do decreto, foi possível ver a área ocupada por cadeirantes, idosos, jovens, adultos e crianças, a pé e de bicicleta. Destacou também a importância de que haja um planejamento para que as atividades que vierem a ser permitidas no local possam conviver harmoniosamente com a vizinhança e para que as pessoas sejam previamente informadas sobre as rotas alternativas para os automóveis e sobre o novo itinerário e pontos de embarque e desembarque dos meios de transporte coletivo.

Clique aqui para ler a íntegra da nota.

Postar um comentário

0 Comentários