Brasília

%23Brasilia

Influenza: profissionais da saúde começam a ser vacinados

31/03/2020

/ por Paulo Melo
Na primeira etapa, foram imunizados 190 mil idosos. Nesta fase, não haverá a estratégia do drive-thru, assim como a convocação por ordem alfabética

Foto: Arquivo.
Os profissionais da saúde começam a ser vacinados contra a influenza nesta segunda-feira (30). Os idosos, primeiro grupo a receber as doses, ainda podem ser imunizados até o fim da Campanha Nacional de Vacinação, em 22 de maio (confira o cronograma abaixo). Nesta nova etapa, não haverá a estratégia do drive-thru – em que a pessoa recebia a vacina dentro do carro –, assim como a imunização por ordem alfabética.

As medidas foram adotadas para dar conforto à população idosa, que muitas vezes tem dificuldade de locomoção, além de evitar aglomerações. A meta da campanha é vacinar 912.914 pessoas, entre as quais se incluem a grupo de idosos. A estimativa é que o Ministério da Saúde envie, de forma gradativa, um total de 1.015.600 doses ao DF. Até agora, já foram entregues 352.800 doses.

1.015.600 Número estimado de doses da vacina contra influenza a serem enviadas ao DF pelo Ministério da Saúde

A vacina é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática a doses prévias da vacina, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. Contudo, na maioria dos casos, as vacinas contra influenza têm um perfil de segurança considerado excelente e são bem toleradas.

Saldo positivo 

A primeira fase de vacinação contra a gripe terminou com saldo positivo no DF, quando 93% dos idosos foram imunizados. São cerca de 190 mil pessoas com mais de 60 anos. Aproximadamente nove mil trabalhadores da saúde também foram vacinados na primeira semana. Segundo o secretário de Saúde, Francisco Araújo, o sucesso na imunização é um marco na capital.

“Nunca houve, na história do DF, uma cobertura tão ampla de vacinação como essa”, declarou o secretário. “Aproveito para agradecer a todos os profissionais de saúde que estiveram envolvidos e pedir a compreensão da população para que todos sigam as orientações e o cronograma da secretaria, pois estamos recebendo as doses de forma gradativa.”

Cronograma 
A partir de 30 de março: trabalhadores da saúde.
Até 22 de maio: pessoas com mais de 60 anos e trabalhadores da saúde.
De 16 de abril a 22 de maio: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas.
De 9 a 22 de maio: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

Nenhum comentário

Postar um comentário

%23%20Brasília%20de%20Todos%20Nós
Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós