Campanha no Distrito Federal alerta sobre riscos da arritmia cardíaca

Grupo de pacientes do Hospital de Base realiza caminhada em parque. Mais de 300 mil pessoas morrem por ano com a doença, diz entidade

Boneco simulando massagem cardíaca 

Em comemoração ao dia nacional da arritmia cardíaca, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíadas promove neste sábado (14) uma caminhada com um grupo de pacientes do Hospital de Base de Brasília no Parque da Cidade. O objetivo da campanha é alertar sobre os sintomas e causas da doença, que mata mais de 300 mil pessoas por ano.

Arritmias cardíacas são alterações que ocorrem na geração ou na condução do estímulo elétrico e provocam modificações no ritmo do coração. Quando não diagnosticada e tratada corretamente, a arritmia cardíaca pode provocar parada do órgão, doenças e morte súbita.

Os sintomas mais comuns são palpitações, desmaios, tonturas, confusão mental, fraqueza, pressão baixa e dor no peito. Algumas pessoas, porém, podem não apresentar sintoma algum. Nesses casos, a parada cardíaca é inesperada, repentina e não acidental.

A doença pode atingir qualquer pessoa, independentemente da faixa etária, sexo ou condições sociais. No entanto, a melhor forma de prevenção é manter hábitos saudáveis: alimentação balanceada, sem cigarro, evitando ingerir álcool e realizando atividades físicas.

Postar um comentário

0 Comentários