Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Comerciantes cobram abertura de posto do Na Hora em Shopping Popular

27/02/2019

/ por Paulo Melo
A promessa para abertura de um posto do Na Hora no Shopping Popular de Brasília ao lado da antiga rodoferroviária se arrasta há três (3) mandatos do GDF

Com os documentos dos estudos de viabilidade realizados e o restante do respaldo que aprova a instalação dos serviços públicos no local, em mãos, os comerciantes foram recebidos no gabinete do deputado Reginaldo Sardinha (Avante) nesta quinta-feira (21). O subsecretário responsável pela pasta na secretaria de Justiça Social de Estado do DF, Tiago Santana de Lacerda acompanhou a reunião a convite do parlamentar.

Durante o encontro, o distrital frisou a importância da instalação do posto para que os serviços públicos estejam mais próximos e acessíveis para população. “A abertura do Na Hora vai colaborar para a circulação das pessoas pelo local. Além de ser uma forma de desafogar a agência da Rodoviária do Plano Piloto”, defendeu Sardinha. Em seu posicionamento favorável a instalação do conjunto de serviços no local lembrou que a movimentação econômica do shopping irá trazer retorno financeiro para os cofres públicos.


Os comerciantes presentes na reunião cobraram que o novo governo atenda a reivindicação antiga dos trabalhadores do Shopping Popular. “É importante para todos nós” colocaram em concordância em nome do grupo. Aconselhados pelo subsecretário, os representantes dos lojistas, se comprometeram a formalizar a solicitação com todos os documentos de verificações técnicas realizadas anteriormente.

De acordo com o subsecretário Tiago Santana, às análises técnicas e os levantamos financeiros para abertura de novos postos do Na Hora estão sendo realizados. “A situação das agências abertas atualmente no DF é crítica. Por isso peço para que tenham calma para a realização de uma análise estrutural completa e detalhada para abertura da agência solicitada”, disse o responsável pela pasta.

Santana trouxe ainda novas preocupações para a expansão do sistema. “Precisamos pensar que temos um Na Hora analógico em uma realidade totalmente digital. É preciso cautela para expandir de forma que o sistema apresente qualidade e facilidade para a população brasiliense”, sinalizou. Além de alegar a falta de recursos em caixa para construção de novas unidades.

Ainda em discussão o deputado distrital se comprometeu a contribuir com emendas parlamentares para que o posto seja instalado. A unidade deverá contar com os serviços essenciais ao dia a dia do cidadão, como Procon, Detran, Banco de Brasília, INSS, Polícia Militar, emissão de passaportes e documentos de identidade, entre outros. “São os serviços públicos no lugar onde se precisa deles, perto do cidadão”, completou Sardinha.

Nenhum comentário

Postar um comentário

%23%20Brasília%20de%20Todos%20Nós
Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós