Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Alckmin acertou na escolha de izalci para concorrer ao GDF

02/04/2018

/ por Paulo Melo
Em vídeo, que circula na internet, o Governador de São Paulo Geraldo Alckmin - comandante da executiva nacional do PSDB e pré-candidato a Presidência da República - começa a “mapear” os melhores quadros do partido, para a disputa dos governos estaduais

Alckmin que consolidou sua imagem na vida pública depois de governar o Estado de São Paulo por quatro vezes, e deixá-lo no patamar de “locomotiva” do desenvolvimento, ora representando 33% do PIB do Brasil, busca formar um elenco de pré-candidatos aos governos estaduais que se assemelhem ao seu padrão de gestão, visão política e austeridade administrativa. 

Na política, como na iniciativa privada, os resultados positivos fazem a diferença, no momento do julgamento ou escolha do eleitor. Partindo deste ponto de vista, qualidades, virtudes e competências comprovadas dos candidatos, conferidas em seus currículos/biográficos são fatores imprescindíveis para o êxito de uma campanha vitoriosa. Poder político não dar, não se transfere e nem se herda: se conquista. 

Ao demonstrar sua preferência (explicitada na mídia) pela postulação ao governo do DF - projeto do Deputado Federal Izalci Lucas (PSDB-DF) - Geraldo Alckmin observou a importante relevância da Capital Federal no pleito de outubro próximo (2018) em função das peculiaridades e nível crítico de qualidade do eleitorado. 

Natural de Minas Gerais, Izalci Lucas abraçou a vida pública há vinte anos, no PSDB, legenda que comanda hoje no Distrito Federal, e lhes conferiu dois mandatos para Câmara Distrital e duas eleições para a Câmara dos Deputados. Foi por duas ocasiões Secretário de Ciência e Tecnologia do Governo do Distrito Federal, ocasião em que deu os primeiros passos para que Brasília se tornasse um centro fomentador da pesquisa nesta área, criando as condições de habilitá-la a conquistar o ambicioso projeto de Cidade Digital. A criação do “cheque educação” – ideia de sua autoria - levando o governo a comprar vagas para alunos carentes nas escolas privadas serviu de “espelho” para a criação em nível nacional do PROUNI. 

Um dos autores da Emenda Constitucional 85 – conhecida como PEC da inovação – também presidiu a Comissão que aprovou o Marco Regulatório da Ciência, Tecnologia e Inovação (Lei 13.243/16). Graças a sua determinação à frente da Comissão Mista que ampliou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), o programa ampliou consideravelmente a oferta de mais bolsas de estudos e ampliou o número de instituições ofertantes. Liderou pelo seu partido a luta vitoriosa para a destinação de 10% do PIB nacional, para a Educação, mostrando como exemplo o êxito da Coreia do Sul, que hoje brilha no cenário internacional, por erradicar o analfabetismo e investir num ensino de qualidade. Na atual legislatura – como Deputado Federal, permanece como membro das Comissões de Educação; Ciência e Tecnologia; Fiscalização Financeira e Controle; Finanças e Tributação e da CPI do CARF. 

Com este perfil, Izalci Lucas se insere como personagem ideal das propostas dinâmicas do presidenciável Geraldo Alckmin, que pretende – se eleito – impor um novo ritmo ao país, a exemplo do que realizou em São Paulo. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós