Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Cooperativas de catadores são treinadas para operar maquinário de galpões de triagem

11/01/2018

/ por Paulo Melo
Instruções sobre uso das esteiras foram apresentadas pelos fabricantes nesta quarta (10), no SIA. Próximo tema será o funcionamento de empilhadeiras


Catadores receberam treinamento para operar as esteiras que serão usadas na separação de resíduos. Foto: Andre Borges.
Representantes das oito cooperativas de catadores de material reciclável que podem atuar nos cinco galpões de triagem alugados pelo governo de Brasília foram treinados na tarde desta quarta-feira (10) para operar as esteiras a serem usadas na separação dos resíduos.

O treinamento, em um dos galpões no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), foi dado pelos fabricantes das máquinas, com a participação de servidores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

Entre as questões abordadas estavam o funcionamento, a segurança e a manutenção preventiva dos equipamentos. Na sexta (12), eles tratarão do uso de empilhadeiras.

De acordo com o SLU, os cinco galpões deverão estar totalmente ocupados pelas oito cooperativas até a próxima semana.
Fechamento do lixão da Estrutural

A ocupação de galpões de triagem por catadores faz parte das medidas do governo de Brasília para desativar o aterro controlado do Jóquei, conhecido como lixão da Estrutural.

Como forma de compensá-los pela redução da demanda de resíduos devido à desativação gradual do lixão, os profissionais cadastrados das cooperativas que trabalharem nos galpões terão direito à compensação financeira temporária de R$ 360,75.

Além do que receberão pela venda do material reciclável, o governo pagará às cooperativas até R$ 350 por tonelada triada.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós