Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Coluna CIDADES & CONDOMÍNIOS, com Paulo Melo

03/10/2017

/ por Paulo Melo
N°4
Jornalista Paulo Melo



Condomínios


Congresso de síndicos
Aconteceu nos dia 29 e 30 de setembro, em Brasília, o II Congress - Congresso Nacional de Síndicos, um evento com palestrantes renomados como Márcio Rachkorsky, Sérgio Craveiro e membros de diversos conselhos profissionais.

O evento é uma realização da revista Condomínio & Soluções de propriedade do senhor Carlos Caetano. O Congress tratou do gerenciamento de condomínio, direitos e obrigações na legislação vigente, bem como a apresentação de soluções inovadoras na gestão condominial.Contou com a presença de mais de 150 pessoas, sendo elas moradores de condomínios, prefeitos de quadra, administradores condominiais, síndicos e síndicos profissionais. Durante o evento foram realizados diversos sorteios e foram servidos coffee breaks de qualidade durante os dois dias.


Acesso biométrico
Para driblar tentativas de assalto e aumentar a segurança, tecnologias antes direcionadas a empreendimentos comerciais começam a se popularizar em condomínios residenciais, principalmente o controle de acesso por biometria, ou medição biológica. Em outras palavras, se trata do uso de alguma parte do corpo como senha.


A troca, além de trazer mais segurança, também pode agilizar a entrada e saída dos moradores. O custo médio de instalação é contabilizado levando-se em conta quantos equipamentos serão usados. Gilberto estima que, para um condomínio que opte por utilizar apenas um equipamento, o valor fique entre R$ 3 mil e R$ 5 mil. O uso pode ser feito não apenas em portarias e garagens, mas também como acesso às áreas de lazer, tais como academias, espaço gourmet, saunas e sala de jogos.


***

Entorno

Bilhete Único Metropolitano
O governador Rodrigo Rollemberg recebeu do presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (Amab) e prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, a proposta de criação de um consórcio que possibilite a integração do Entorno ao Bilhete Único do transporte coletivo do Distrito Federal.


A proposta foi assinada por dez prefeituras propõe consórcio entre Brasília e Goiás para gestão de transporte público no território adjacente ao DF.


RIDE debate emendas orçamentárias com a Bancada Federal do DF
O coordenador da Bancada Federal do DF no Congresso Nacional, senador Hélio José (PMDB/DF) se reuniu na sexta-feira (29/09) fechando o ciclo de debates realizados, com vereadores e prefeitos do entorno do DF.



As Ride se caracteriza por integrar municípios de mais de uma unidade federativa, com o objetivo de articular e harmonizar as ações administrativas dos três níveis federativos — União, estados e dos próprios municípios — para a promoção de projetos que visem à dinamização social e econômica em escala regional.

Nos dez primeiros meses deste ano R$ 7.810.000,00 já foram viabilizados a quatorze municípios que compõem a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE/DF). Recursos foram destinados à saúde do Entorno do DF pelo senador Hélio José (PMDB-DF).


***


Distrito Federal

Fora do limite prudencial da LRF
Apesar do bom resultado das contas públicas, os 44,81% da receita usados para pagar salários ainda exigem atenção. Por isso, governo divulgou novas regras para nomeações, e mais de 700 cargos em comissão serão congelados.

Pela primeira vez nos 2 anos e 10 meses de gestão, o Distrito Federal deixou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Um total de 44,81% da receita corrente líquida foi usado para pagar salários. Para não ultrapassar novamente o limite imposto pela lei, de 46,55%, o governo vai manter a política de ajuste fiscal. 


Líder em transplantes
Em primeiro lugar em notificação de potenciais doadores por milhão de habitantes e terceiro em efetivos, em 2016, o Distrito Federal se destaca no cenário nacional de transplante de órgãos. Neste ano, os dados já apontam que a região continuará figurando nessas posições de liderança.

De janeiro a junho de 2017, foram feitos 313 transplantes, a maioria de rim (51) e córnea (160). Em nível nacional, o DF foi o que apresentou a maior taxa de transplante por milhão de pessoa, seguido de Ceará e Paraná.

O Distrito Federal também é destaque nacional em transplantes de coração. No primeiro semestre deste ano, fez 16 procedimentos do tipo.


***

Brasil

9,8 bilhões para gastar
O governo federal liberou R$ 9,8 bilhões em gastos. O órgão com maior liberação de recursos foi o Ministério da Defesa, com o total de R$ 2,11 bilhões de descontigenciamento. Desse total, R$ 1,1 bilhão vai para o PAC. O Ministério da Integração Nacional teve a liberação de R$ 1,19 bilhão (R$ 822,5 milhões para o PAC).

Rádio comunitárias
O senador Hélio José (PMDB), apresentará projeto que isenta rádios comunitárias de taxas de direitos autorais ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).


Estima-se que no Brasil existam quase cinco mil rádios comunitárias. Elas fazem um serviço de radiodifusão sonora, em frequência modulada (FM), operado em baixa potência (25 watts) para atender a uma comunidade específica.



No final de 2013, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que os direitos autorais provenientes de reprodução pública de obras artísticas são devidos independentemente da obtenção de lucro por quem a executa.

paulomeloblog@gmail.com
61 9 8225-4660

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós