Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Seis dicas para os jovens durante uma entrevista de emprego

28/07/2017

/ por Paulo Melo
Mais de 28% dos jovens entre 14 e 24 anos estão desempregados e segundo o Instituto ProA, os mais afetados são os jovens de baixa renda; entenda

Os jovens entre 14 e 24 anos são os mais afetados com o alto índice de desemprego no País. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 28,7% dessa parcela estão sem ocupação, o que significa que a cada quatro jovens, um está desempregado. Para o Instituto ProA, que atua com educação voltada ao mercado de trabalho, isso faz com que essa parcela da população tenha menos chances no desenvolvimento profissional quando se tornarem adultos.

Segundo o diretor executivo do Instituto ProA, Rodrigo Dib, os dados são alarmantes ainda mais por prejudicar os jovens de menor poder aquisitivo. “Em um momento de alto desemprego, uma qualificação adequada faz toda diferença na hora de conseguir um trabalho. Infelizmente os mais atingidos acabam sendo os meninos e meninas de baixa renda e que estudaram em escola pública”, disse. Para tentar ajudar os jovens que estão em busca de recolocação neste momento, Dib listou seis medidas para se dar bem em uma entrevista de emprego ; veja:

1. Atualização do currículo

A regra número um para quem está procurando emprego é ter o currículo sempre atualizado. Por mais que o interessado não tenha experiências anteriores, o currículo é importante para o recrutador, uma vez que funciona como uma carta de apresentação. Outra dica é, por mais que o entrevistador tenha visto o currículo, leve sempre uma cópia quando chamado para uma entrevista.

2. Roupas adequadas

O jovem em busca de um emprego deve se preocupar com a aparência e com a roupa que se apresentará na empresa. A dica de Dib é: “tente descobrir como as pessoas que trabalham na empresa que você vai fazer a entrevista se vestem. Na dúvida, roupas mais sociais são a melhor pedida”, disse.

3. Cuidado com o que fala

As gírias e os erros de português não são bem recebidos no ambiente corporativo , por isso o cuidado com a forma de falar é extremamente importante.

4. Fale de suas qualidades

Muitos nessa faixa etária não têm grandes experiências, com isso aproveite a entrevista para falar da experiência escolar, os desafios que enfrentou no período e como eles podem ajudar dentro da empresa que procura um emprego. “Mas lembre-se, nada de se gabar de algum feito, isso não é bem visto”.
5. Saiba sobre a empresa

É primordial que o candidato pesquisa e tente entender sobre a empresa antes de ser entrevistada por um gestor. “Isso mostra ao entrevistador o cuidado e o interesse do candidato pela vaga”, explicou Dib.

6- O resultado

Após a entrevista de emprego a ansiedade para saber se conseguiu ou não é vaga é grande. Porém, é necessário esperar que recrutador entre em contato para dar um posicionamento. Muitas empresas têm essa prática e se por um acaso não receber uma resposta, ou ela demorar demais, ligar para o entrevistador pode ser uma saída. Mas lembre-se: se eles ainda não tiverem um retorno sobre a vaga não ligue insistentemente ao entrevistador.

Fonte: IG

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós