Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Frequentadores do parque dos Jequitibás, em Sobradinho reclamam da falta de segurança

09/04/2017

/ por Paulo Melo
Só em 2016 foram registradas nove ocorrências dentro do parque e cinco nas proximidades. Principais casos são de roubo a pedestre e furtos diversos







Criado em 1994, o parque dos Jequitibás que está localizado em Sobradinho, cidade satélite de Brasília, conta com uma paisagem verde e aparentemente tranquila. O problema é que a área que deveria servir de lazer para as famílias se tornou um território tomado pela insegurança e medo. Com matas fechadas, o parque oferece a opção de trilhas como forma de lazer, mas conta, apenas, com dois vigilantes em cada turno, o que afasta os frequentadores.

Parque dos Jequitibás, em Sobradinho

Com a área total de 11,2 hectares, o parque conta com a segurança de oito vigilantes, quatro por dia, divididos em dois turnos. A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social informou que o 13º batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal cuida da região do parque e que faz policiamento diário no local por meio de viatura para coibir a atuação de criminosos. Os frequentadores discordam.

O vendedor Gláuber Da Sílvia, a segurança no local não é eficaz. “Tem um guardinha que fica aqui, eu não sei o que ele faz”, disse. O vendedor diz ainda que o consumo de drogas é grande no parque, e que os usuários nem fazem questão de se esconder. Ele critica a falta de combate ao uso de entorpecentes no local.


Local para caminhada

A cobradora de ônibus Conceição Sílvia diz que não costuma fazer trilha, por não haver segurança. Para ela a segurança é precária. “Ninguém vem verificar como estão as coisas”, disse ela se referindo a falta de vigilância no parque.

Outra visitante do parque, Lizandra Oliveira, também demonstrou preocupação com o local. Para ela, por haver muitas crianças no ambiente, é necessário que haja mais ronda no parque.

Além da paisagem, o parque também oferece acesso a um anfiteatro, quadra de esportes, parquinho com brinquedos de madeira, quadra de basquete, pista de skate construída conforme as normas da Federação do Skate do Distrito Federal e Entorno e um estacionamento sustentável a absorve a água pelo solo.

Playground de madeira para o lazer das crianças

A estudante Monalisa Fárias elogia a estrutura do parque e lamenta o descaso com o policiamento. “Se tivesse uma segurança adequada, o parque seria melhor”, ressaltou. 

Enquanto a segurança não aumenta, a Polícia Militar pede que os visitantes evitem levar objetos de valor, como celulares e relógios, e que estejam sempre acompanhados e não fiquem isolados.Além do número 190 a PM também pede que as pessoas liguem para o 99721 016, caso queiram denunciar algum caso de violência no local.

A administração de Sobradinho foi procurada para falar das possíveis providências para resolver o problema da falta de segurança no parque, mas não deu retorno até o fechamento desta reportagem.

Por: Júlia Buonafina
Foto: Júlia Buonafina

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós