Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Mulheres têm maior risco de deficiência visual

09/03/2017

/ por Paulo Melo
Estudos indicam que as mulheres, de todas as idades e em qualquer lugar do mundo, têm um risco significantemente maior de deficiência visual do que os homens, segundo relatório divulgado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO)



Estatisticamente, dois terços dos cegos do mundo são mulheres. Entre as causas, especialistas apontam maior expectativa de vida entre elas e baixo acesso aos serviços de saúde em regiões mais pobres. “Biologicamente, também acreditamos que as mulheres têm mais chance de desenvolver doenças oculares. A catarata, por exemplo, é uma patologia oftalmológica com maior incidência entre elas e acreditam que o motivo principal seja por questões hormonais”, explica a dra. Patrícia Moitinho, médica referência em Plástica Ocular e Vias Lacrimais do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB).


De acordo com a oftalmologista, alterações hormonais também podem ser a explicação de maior incidência da Síndrome do Olho Seco, que apresenta, entre os sintomas, a diminuição das lágrimas, vermelhidão e sensação de areia nos olhos. “Muitos acreditam que elas são mais suscetíveis a este problema, em razão das variações hormonais que ocorrem após a menopausa e desequilíbrio do hormônio estrógeno. Por isso, acompanhamento oftalmológico, especialmente após 40 anos, é fundamental para prevenir problemas futuros”, orienta a dra. Patrícia.

O cuidado com a maquiagem também é importante. “Atenção dobrada com os cílios postiços”, alerta a especialista. “Esses acessórios podem provocar irritações nos olhos, alergia, infecções e até reduzir a visão. Para evitar danos, é preciso saber a origem, validade e a cola utilizada na fixação dos cílios. Ela é um produto químico que pode gerar alergia e irritação. Se cair dentro do olho pode ainda desencadear uma queimadura química, ocasionando uma ceratite, inflamação da córnea que pode levar o indivíduo a diminuir sua capacidade visual”, conclui a médica.
Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós