Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Aposentados procuram novas fontes de renda

02/03/2017

/ por Brasilia de Todos Nós
Entre as motivações estão insatisfação com os rendimentos ou necessidade de se manterem ativos

Aposentado Manoel Silva montou oficina especializada em motos
Idosos aposentados, dispostos a continuar ativos e insatisfeitos com a remuneração buscam, cada vez mais, formas para se manterem úteis e com renda extra. Segundo pesquisa realizada pelo IBGE, dos 15 milhões de aposentados no Brasil, 4,5 milhões continuam trabalhando. Esse é o caso do Manoel da Silva, 68 anos, reformado do Exército, que montou uma oficina após se aposentar. “Além de ganhar dinheiro, eu me distraio”, relata.

Os motivos para retornar ao mercado de trabalho são vários, mas os principais são a insatisfação com a remuneração e a vontade de ser ativo. Esse foi o caso da aposentada Jaciara Batista, 62 anos, que trabalha em um restaurante em Taguatinga. “Como eu amo cozinhar e ainda ganharia uma renda extra, uni o útil ao agradável e está muito melhor do que ficar em casa”, afirma.

A psicóloga Ana Maria Medeiros explica que após vários anos trabalhando, as pessoas sentem falta da rotina e, segundo ela, alguns estudos comprovam que os aposentados, na maioria das vezes, retornam ao mercado de trabalho para sentirem-se úteis. “O ser humano sente a necessidade de sentir-se útil e importante. Isso leva o aposentado a querer voltar a ter uma rotina, que é o sentimento de utilidade”, explica.

Além dos fatores psicológicos e da baixa remuneração na aposentadoria, o aumento dos gastos com as necessidades básicas, também é um fator que contribui para que o número de aposentados,que retorna ao trabalho, aumente. “Eu recebo uma remuneração boa pelo exército, mas estava incompatível com os meus gastos, então optei por trabalhar novamente”, complementa Manoel da Silva.
Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós