Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Oportunidades - 5 dicas para conseguir o primeiro emprego

Entrar no mercado de trabalho não é tarefa fácil, mas um dia todos conseguem. Se você não quer qualquer emprego, então deve empenhar-se nessa busca



5 dicas para conseguir o primeiro emprego



Querer aprender e mostrar iniciativa são atitudes importantes para quem quer iniciar a vida profissional. Marcelo Nóbrega, Diretor de Recursos Humanos do McDonald’s Brasil, dá dicas de como começar.

“Ir pelos caminhos mais óbvios, por onde todos vão, tornará a busca mais difícil. Tem que estar atento, ter foco e paciência”, afirma o executivo, acostumado a selecionar pessoas sem experiência para o primeiro emprego. O McDonald’s é reconhecidamente o maior gerador de primeiro emprego do país. Hoje, trabalham na empresa cerca de 40 mil pessoas – muitos deles tiveram na companhia a sua primeira oportunidade de assinar a Carteira de Trabalho.

1 - Olhe direito, há vagas!

O momento atual pode dar a impressão de que o mercado está ruim e que os empregos sumiram. Mas há bons empregos disponíveis. Fale com seus amigos, cadastre seu CV em bancos de dados, busque nas redes sociais ou vá diretamente às empresas.

2 - Corra, você está atrasado

Um emprego leva tempo para ser conquistado e o preparo deve começar cedo. Tudo o que você faz durante os anos de escola é também parte dessa preparação. Esse aprendizado vai permitir que você se destaque.

3 – Amigos para sempre

A maioria das oportunidades de emprego virá por meio da rede de relacionamentos, que você vai tecendo ao longo da vida. Por isso, pergunte se há vagas nas empresas onde eles trabalham.

4 - Mostre iniciativa

Muita gente tem o péssimo costume de esperar passivamente que “as coisas aconteçam” – e de achar que, as oportunidades vão bater à sua porta. Porém, à medida que o tempo passa, as coisas ficam mais difíceis para quem está fora do jogo. Vá à luta.

5 - Rejeição? Aprenda a lidar com ela

Prepare-se para “dar com a cara na porta” várias vezes. Esteja pronto, também, para enfrentar períodos de silêncio, desencontros, cancelamentos de entrevistas, etc. Isso é da natureza de um processo seletivo de emprego e não uma questão pessoal. Não desanime.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós