Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

CPI da Pedofilia investiga publicidade de boate

24/11/2016

/ por Paulo Melo
Comissão aprova acareação entre envolvidos na divulgação de outdoor pornográfico instalado em frente à escola de ensino infantil


Em novo depoimento à CPI da Pedofilia da Câmara Legislativa, nesta  última quarta-feira (16/11), o dono do terreno em que foi instalado o outdoor da boate Real Show com propaganda considerada ofensiva aos direitos de proteção das crianças e adolescentes, Guinter Oliveira Camargo, desmentiu afirmações dele e se retratou. Ele disse que a referida publicidade foi instalada com sua ciência e autorização.

Após muita pressão dos deputados integrantes daquele colegiado e, da relatora da CPI, deputada Sandra Faraj (Solidariedade), Guinter afirmou que mentiu para tentar proteger o instalador da publicidade. “Como há contradições nos depoimentos, a comissão decidiu fazer uma acareação entre os envolvidos. Não podemos descartar a responsabilidade dessas pessoas, até porque existe uma legislação, a Lei 5.466/2015, que proíbe a divulgação desse conteúdo”, afirmou a parlamentar.

A comissão também ouviu novo depoimento do proprietário da boate Real Show, Ronaldo José dos Santos, localizada em Águas Claras. Em seu segundo depoimento à CPI, ele confirmou que não foi o responsável pela escolha do local onde o outdoor fora instalado. Disse que contratou o comerciante Leandro Soares para realizar o serviço, incluindo a elaboração, impressão e instalação do material.


Logo após as oitivas, foram aprovados requerimentos de quebra de sigilo telefônico e bancários dos dois depoentes e da acareação dos envolvidos, que deve acontecer hoje quinta-feira (24), às 10h. O comerciante Leandro Soares e o instalador José do Carmo Brito também serão convocados.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós