Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Audiência na Câmara Legislativa aponta caminhos para o desenvolvimento econômico do DF

Iniciativa da deputada Sandra Faraj, evento serviu para cobrar do Governo e órgãos competentes estímulos para investimentos no setor produtivo e varejista


A falta de flexibilização tributária e o excesso de burocracia governamental são algumas das causas apontadas pelo setor produtivo e varejista do DF como fortes incentivadores da crise econômica local. Nesta quinta-feira (06/10), durante audiência pública na Câmara Legislativa, promovida por iniciativa da deputada Sandra Faraj (SOLIDARIEDADE), os empresários pediram apoio para estimular o comércio e a indústria.

“Quem faz a economia girar é o empresário. Não podemos deixar o comércio fechar as portas, indústrias irem para outro estado e ficarmos assistindo a tudo isso, sem fazer nada. Famílias estão ficando sem emprego”, alertou a parlamentar, que preside a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio Varejista.

Secretário de Fazenda do DF, João Antônio Fleury disse que o governo busca construir uma política de incentivo fiscal e tributário para ajudar a reerguer o setor produtivo do DF. “Estamos trabalhando para que as empresas aqui instaladas possam ter igualdade de competição com Minas Gerais e Goiás”, afirmou.

No entanto, Fleury alertou para as dificuldades encontradas. “Temos de construir um grande pacto entre o Ministério Público, Governo, Câmara Legislativa e empresários para que não haja questionamentos, porque não dá para aprovarmos leis e estas serem questionadas com ADI (Ação Direta de Constitucionalidade)”, criticou Fleury.

Vários participantes lamentaram a ausência do Ministério Público e do Tribunal de Contas do DF na audiência pública. No entanto, a deputada Sandra Faraj se comprometeu em encaminhar todas as sugestões e apontamentos aos órgãos competentes.


Diversas entidades do setor estiveram presentes. Entre eles: a Federação da Indústria (Fibra-DF); Federação do Comércio (Fecomércio-DF); Federação da Agricultura e Pecuária do DF; além do Sindicato do Comércio Varejista (Sindvarejista), entre outros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós