Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Tiros matam ex-prefeito de Itumbiara e ferem vice-governador de Goiás

O governador em exercício de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, que é vice-governador e secretário de Segurança do estado, foi baleado hoje (28) quando participava de uma carreata do candidato à prefeitura do município de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB). Ex-prefeito da cidade e ex-deputado federal, Rocha também foi baleado, não resistiu aos ferimentos e morreu no local

De acordo a assessoria de imprensa da vice-governadoria de Goiás, José Eliton foi submetido a uma cirurgia e será removido em um helicóptero UTI Vida para Goiânia.

Segundo relatos de pessoas próximas ao governador em exercício, durante a evolução da carreata, um carro, na contramão, foi de encontro ao veículo em que estavam José Eliton e José Gomes da Rocha. O motorista do carro descarregou uma pistola na direção dos dois, atingindo também um policial militar que atuava na segurança do vice- governador. José Eliton levou dois tiros na região abdominal.

O autor dos disparos foi morto pela equipe de segurança do vice-governador e ainda não teve a identidade revelada pelas autoridades goianas.

Ferido na região abdominal no atentado a tiros que matou hoje (28) o candidato a prefeito do município goiano de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), governador em exercício e secretário de Segurança Pública de Goiás, José Eliton, não corre rico de morrer e o estado de saúde dele é estável, segundo nota divulgada pelo governo do estado.

A nota informa que José Eliton está sedado, sendo transferido, em UTI aérea, para Goiânia, onde será internado no Hospital de Urgências Doutor Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

O advogado da prefeitura de Itumbiara Célio Rezende, que também foi baleado no atentado, está sendo transferido na mesma UTI área em que está sendo transportado o governador em exercício.

Além de José Gomes da Rocha, que tentava voltar ao cargo de prefeito de Itumbiara, também morreram no atentado o policial militar Vanilson Rodrigues, qua fazia parte da segurança do vice-governador, e o atirador identificado pela Polícia Civil de Goiás como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura da cidade.

Segundo relatos de pessoas próximas ao governador em exercício, durante a carreta, um carro, na contramão, foi de encontro ao veículo em que estavam José Eliton, José Gomes da Rocha e aliados políticos do ex-prefeito.

O motorista descarregou uma pistola na direção do carro, atingindo os dois políticos, além do policial militar e o advogado da prefeitura. O autor dos disparos foi morto pela equipe de segurança do governador em exercício.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, divulgou nota para repudiar o atentado contra o candidato à prefeitura de Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB), assassinado na tarde de hoje durante uma carreata de sua campanha eleitoral.

Mendes reafirmou compromisso de cobrar investigação sobre mortes envolvendo candidatos às eleições municipais e disse que pediu apoio da Polícia Federal no acompanhamento das apurações sobre outros casos de atentados contra candidatos.

Na carreata também estava o vice-governador de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, que também foi baleado, mas sobreviveu e foi transportado de helicóptero para Goiânia, onde passa por uma cirurgia.

Segundo relatos de pessoas próximas ao governador em exercício, durante a evolução da carreata, um carro, na contramão, foi de encontro ao veículo em que estavam José Eliton e José Gomes da Rocha. O motorista do carro descarregou uma pistola na direção dos dois, atingindo também um policial militar que atuava na segurança do vice- governador. José Eliton levou dois tiros na região abdominal.

O autor dos disparos foi morto pela equipe de segurança do vice-governador e ainda não teve a identidade revelada pelas autoridades goianas.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, repudia veementemente o atentado desta quarta-feira (29) em Itumbiara (GO) e lamenta profundamente as mortes do ex-prefeito da cidade José Gomes, e do policial militar Vanilson Rodrigues. Rollemberg manifesta as condolências aos amigos e familiares de José Gomes e de Vanilson Rodrigues e deseja a pronta recuperação do vice-governador e secretário de Segurança Pública de Goiás, José Eliton, ferido no ato. 

O atentado foi uma afronta à democracia. É inaceitável que a violência se sobressaia aos anseios e à liberdade de escolha da população.

Já o governador Marconi Perillo postou em seu perfil no facebook o seguinte texto: Estou profundamente abalado com o atentado ocorrido nesta quarta-feira, em Itumbiara, e que vitimou o meu amigo e ex-prefeito José Gomes e o policial Vanilson João Pereira e feriu o vice-governador José Eliton e o senhor Célio Rezende. Desde que soube da notícia, cancelei a agenda da missão comercial nos Estados Unidos, com objetivo de retornar imediatamente a Goiás. Também determinei o envolvimento de todas as forças de segurança e investigação para elucidar a origem e responsabilidade desta barbárie.

Este ato criminoso vitimou a mais expressiva liderança da história de Itumbiara e da Região Sul de Goiás. Com certeza, Zé Gomes teria seu nome consagrado mais uma vez pelas urnas no próximo domingo, tamanha sua capacidade de aglutinação, de liderança e competência para realizações extraordinárias na administração pública. Estou muito triste porque, além de grande companheiro, Zé Gomes era amigo leal, solidário e sensível em todos os momentos. Itumbiara perde seu maior líder, e, Goiás, um de seus mais destacados políticos.

Igualmente, abalou-me profundamente o fato de o governador em exercício também ter sido vítima da mesma violência. Este ato de covardia e intolerância revela o nível de agressividade vivenciado hoje pela política brasileira e goiana. Infelizmente, este nível de tensão e violência ainda é estimulado.

Desejo que a paz e tolerância voltem a prevalecer em Goiás e que a serenidade e a tranquilidade possam prevalecer nesta reta final da campanha. Este clima de tensão já havia sido manifestado ontem com o atentado à casa do prefeito Marco Aurélio, de Buriti Alegre, alvejada por tiros.

Minha mais profunda solidariedade à família do Zé Gomes e do Cabo Vanilson João Pereira. Peço a Deus que console as famílias enlutadas. Meus melhores votos de rápida recuperação para o querido amigo José Eliton e o senhor Célio Rezende.

Violência, vingança, rancor e ódio não podem ferir ou matar a democracia. Vamos continuar buscando a paz, em homenagem ao amigo Zé Gomes e a tantos outros que deram sua vida pela política, em nome do bem estar coletivo.

O Senador Ronaldo Caiado divulgou nota oficia em seu site: É com profunda tristeza, consternação e indignação que recebo a notícia desse crime bárbaro que chocou todos os goianos. Nesse momento de dor, nossas orações vão para o falecido ex-prefeito José Gomes, e também para o cabo da PM Vanilson Rodrigues. E peço a Deus que conforte os corações de seus familiares. Tenho plena fé que José Eliton irá se recuperar e em breve estará de volta ao convívio de sua família. É uma tragédia que choca a todos nós goianos. Líder do Democratas no Senado Federal, senador Ronaldo Caiado.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós