Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Núcleo Bandeirante terá Roda de Conversa na quinta-feira (22)

Encontro é uma oportunidade de os moradores conversarem com o governador Rodrigo 

Roda de Conversa no Núcleo Bandeirante ocorre na quinta-feira (22). Foto: Pedro Ventura.
O Núcleo Bandeirante receberá na quinta-feira (22) a nona edição da Roda de Conversa — encontro do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, com a população. Na atividade que começa às 20 horas, os moradores poderão falar ao governador sobre as melhorias que desejam na região administrativa.

Quem quiser participar com sugestões deverá se inscrever no sorteio Fale na Roda, a partir das 19 horas, no Salão Comunitário — entre o Ginásio de Esportes e a Feira Permanente.

Para selecionar os participantes, haverá duas urnas na Roda de Conversa, uma para lideranças comunitárias e outra para o cidadão comum. A estimativa é que a atividade dure uma hora e meia, a partir do primeiro sorteio.

As edições são organizadas pela Subchefia de Interação Social, da Chefia de Comunicação Institucional e Interação Social do DF. Neste ano, a roda passou por Águas Claras, Brazlândia, Planaltina, Riacho Fundo II e São Sebastião. Em 2015, foram os moradores da Candangolândia, do Itapoã e do Recanto das Emas que participaram da ação.
Roda de Conversa tem resultados nas comunidades

A última Roda de Conversa ocorreu em 25 de agosto em Planaltina e resultou na retomada das obras do Centro Olímpico e Paralímpico, no dia 31 do mesmo mês. A atividade ainda implicou reforço no transporte público nas linhas que atendem os moradores dos Buritis II, III e IV.

Mobilidade urbana também foi o tema da edição que ocorreu em Águas Claras. Após o pedido dos moradores da região, duas linhas de ônibus tiveram alterações. A comunidade do Riacho Fundo II pediu a construção da Feira Permanente. O aviso de licitação foi publicado em agosto.


Uma pista de atletismo para crianças e adolescentes em São Sebastião foi inaugurada em junho como resultado dos pedidos. Espaço semelhante foi construído para os moradores do Itapoã após o encontro. Na Candangolândia, artesãos reivindicaram e receberam a carteira nacional — o documento regulariza a participação deles em feiras no País.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós