Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Exposição sobre viagem ao Xingu do rei da Bélgica é inaugurada em Brasília

Filha do nobre, a princesa Maria Esmeralda participou da cerimônia na noite desta quarta-feira (6). A mostra fica aberta ao público até 14 de agosto

Fotografia feita pelo rei belga Leopoldo III, no Parque Indígena do Xingu. Foto: Renato Araújo.
Foi inaugurada nesta quarta-feira (6) a exposição Diários de Viagem, noMemorial dos Povos Indígenas, Eixo Monumental. A mostra reúne fotografias do rei belga Leopoldo III — que esteve no Brasil em 1964 e conviveu com a população indígena — e segue até 14 de agosto. A cerimônia de abertura da exibição contou com a presença da filha do monarca, a princesa Maria Esmeralda Adelaida Liliana Ana Leopoldina, e da colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg.

As fotografias são relatos da viagem do rei belga pelo Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso, quando participou da expedição com os irmãos Villas Boas para contatar os índios Txicão. As imagens pertencem ao Fundo Léopold III de Exploração e Proteção à Natureza, com sede no Museu de Ciências Naturais de Bruxelas, na Bélgica. Desde 2013, Filipe, neto de Leopoldo III, é o rei do país.

Segundo a princesa, a exposição reflete uma história de amor do pai (morto em 1983) pelo Brasil e pela cultura indígena. “A intenção dele era capturar e divulgar a luta indígena.”

A colaboradora do governo Márcia Rollemberg ressaltou que é importante o estreitamento do contato entre Bruxelas e Brasília. A esposa do governador Rodrigo Rollemberg citou a inauguração de uma placa em homenagem ao pesquisador belga Luiz Cruls que ajudou a demarcar o território onde seria a nova capital brasileira. “Agora, a princesa nos brinda com essa reconexão com o Brasil.”

Princesa visita projeto social em São Sebastião

Também nesta quarta, Maria Esmeralda esteve em um projeto social em São Sebastião onde conheceu o trabalho da Associação Assistência, Cultura e Educação Humana, com apoio da Secretaria de Cultura do DF e de voluntários.

Esta é a primeira vez que a princesa visita Brasília. Márcia Rollemberg aproveitou para também mostrar o projeto urbanístico da capital. “É uma cidade muito impressionante pela característica modernista do desenho”, observou a nobre.

Também compareceram o secretário de Cultura, Guilherme Reis; o embaixador do Reino da Bélgica, Josef Smets; o embaixador da União Europeia, João Cravinho; o diretor do Memorial dos Povos Indígenas, Álvaro Tukano; a subsecretária de Patrimônio Cultural, da Secretaria de Cultura, Ione Carvalho; e outras autoridades.

Diários de Viagem
Até 14 de agosto de 2016
De terça-feira a domingo
Das 9 às 17 horas
Memorial dos Povos Indígenas (Eixo Monumental)
Entrada franca

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós