Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Chefe da segurança de prefeitura é preso pela morte de jornalista em Santo Antônio do Descoberto

Suspeito de participar do assassinato do jornalista João Miranda do Carmo, 54 anos, o chefe de segurança da Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto (GO), Douglas de Morais, 40 anos, foi detido por volta das 17h de ontem. A informação foi confirmada pela Polícia Civil do estado. A prisão do servidor é preventiva por 30 dias

Reprodução/Facebook
Morador do município, Douglas foi abordado na residência da mãe, no Parque Santo Antônio. Ao ter conhecimento da informação, a enteada do comunicador, Valéria Ribeiro, 18 anos, disse que “a justiça está sendo feita”.

Conhecido por divulgar denúncias políticas locais na internet, a vítima estava sozinha em casa quando levou vários tiros pelo corpo, no último domingo. No total, foram 22 disparos, segundo a filha do jornalista – sete teriam acertado o homem no peito e no rosto. João Miranda comandava o portal S.A.D. Sem Censura, onde trazia à tona irregularidades e ocorrências da região.

Na edição de ontem do Jornal de Brasília, o delegado-chefe Pablo Batista esclareceu trabalhar com várias linhas de investigação: “Desde uma pessoa incomodada com as publicações até alguém que possa, de fato, ter encomendado o crime”. Além disso, a Polícia Civil acredita que outros crimes possam estar envolvidos.

De acordo com o titular da delegacia, até o prefeito Itamar Lemes do Prado poderá ser chamado para depor, caso tenha o nome mencionado: “Por hora, ainda não. Outras pessoas serão chamadas”.


A vítima teria sido ameaçada após publicação de um vídeo em que o prefeito aparece pagando uma funcionária. Em 2015, ele também noticiou a prisão de um homem por homicídio, irmão de Douglas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós