Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Agefis faz a maior apreensão de mercadorias em um único dia

Ação no Setor Comercial Sul envolveu 35 servidores e encheu 12 caminhões de produtos

Operação de revitalização no Setor Comercial Sul na quarta-feira (17) resultou na maior apreensão de mercadorias na história da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) em um único dia, desde a criação da autarquia em 2008. Trinta e cinco servidores de órgãos envolvidos na ação recolheram carrinhos de vendedores ambulantes, alimentos (como salgadinhos industrializados, carne para churrasquinho e açaí) em péssimo estado de conservação e mercadorias, como carregadores de celular e manequins. Foram necessários 12 caminhões para levar os produtos ao depósito da Agefis no Setor de Indústria e Abastecimento.

A mercadoria foi encontrada em um depósito que funcionava irregularmente como guarda-volumes para ambulantes na Quadra 5. Parte da área cercada é particular, e parte, pública. A grade foi retirada, e o local passará por limpeza.

"Estamos mapeando o Setor Comercial Sul para saber das necessidades de revitalização das calçadas e das praças e nos deparamos com essa área pública cercada", conta o administrador do Plano Piloto, Marcos Pacco. "A descoberta desse depósito vai contribuir para o processo de legalização dos comerciantes que atuam na área e a melhoria do ambiente para os frequentadores." No local, também encontraram-se insetos, ratos e sujeira.

Foi recuperada uma Kombi roubada há dois anos e que permanecia estacionada no depósito, apreendida pequena quantidade de maconha e confiscado um freezer com espetinhos de churrasco de carne com aparência ruim. Uma pessoa foi detida por estar de posse do veículo.

"Desta vez conseguimos atingir o coração do comércio ilegal no setor e esperamos com isso avançar mais no processo de formalização dos ambulantes", afirma Pacco. Desde 11 de janeiro, com o início do programa Centro Legal, foram cadastrados cerca de 300 vendedores de rua e 50 deles se tornaram microempreendedores individuais.

Participaram da operação a Agefis; a Subsecretaria de Integração e Operações de Segurança Pública, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social; o Serviço de Limpeza Urbana; e a Administração Regional do Plano Piloto. Os ambulantes podem reaver os produtos se apresentarem as notas fiscais.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós