Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Agnelo e vice são condenados e ficam inelegíveis por oito anos

Ambos ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

O Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) declarou inelegibilidade por oito anos do ex-governador Agnelo Queiroz (PT) e do vice Tadeu Filippelli (PMDB) por abuso de poder político e uso indevido de publicidade institucional. 

A ação, julgada nesta quarta (27), foi ajuizada pela coligação União e Força (PTB, PR, DEM, PRTB e PMN), encabeçada por José Roberto Arruda (PR) nas eleições de 2014. O petista e o vice ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o advogado Francisco Emerenciano, a ação foi protocolada ainda no início da campanha, em 17 de julho de 2014, e questionava a veiculação de propaganda eleitoral travestida de propaganda institucional. “O Governo do Distrito Federal, ao lançar a propaganda, estava expondo em excesso o governador”, argumentou o defensor da coligação de Arruda.

Abuso de poder

Os desembargadores eleitorais do TRE-DF entenderam que houve abuso de poder político e uso indevido de propaganda institucional e declarou a inelegibilidade dos dois.

Agnelo e Filippelli foram candidatos à reeleição no pleito passado, mas não conseguiram nem sequer chegar ao segundo turno das eleições.

A reportagem não conseguiu localizar os ex-gestores condenados e os advogados para comentar a decisão.

Fonte: Jornal de Brasília

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós