Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

46ª edição da Corrida de Reis será em 31 de janeiro

Podem participar 8 mil competidores a partir de 16 anos. Além da tradicional prova, ocorrerá versão voltada para crianças no dia 23


Marcada para 31 de janeiro, a etapa deste ano da Corrida de Reis abrirá 8 mil vagas para competidores a partir de 16 anos. A largada será às 9 horas entre o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e o Ginásio Nilson Nelson, no Eixo Monumental. O anúncio da 46º edição foi feito nesta quinta-feira (14), no estádio, pela secretária-adjunta do Esporte e Lazer, Leila Barros.

As inscrições são gratuitas divididas em dois lotes. O primeiro para 4 mil pessoas em 15 de janeiro, sexta-feira, e o segundo para outras 4 mil no dia 20. As fichas de inscrição estarão disponíveis no site da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, a partir de 9 horas.

Categorias
Assim como no ano passado, serão duas provas: categoria adaptada e prova popular de 6 quilômetros e de 10 quilômetros. Na corrida de 6 quilômetros, os participantes retornarão na altura da Rodoviária do Plano Piloto. Na prova de 10 quilômetros, os atletas passarão pela Rodoviária e voltarão perto da Alameda das Bandeiras, na Esplanada dos Ministérios.

A competição custará R$ 430 mil. Cerca de 17%, aproximadamente R$ 77 mil, vem do governo local — recurso da própria Secretaria de Educação, Esporte e Lazer — destinado à estrutura como palco para a premiação. O restante será financiado por patrocinadores.

Os kits com camiseta, número de identificação do corredor, chip eletrônico — que cronometra o tempo e colocação — e instruções da competição serão entregues em 28 e 29 de janeiro, das 10 às 20 horas, no Ginásio Nilson Nelson. No dia, os competidores receberão fruta, barra de cereal e isotônico.

Corrida mirim
Este ano, a novidade será a Corrida de Reis Mirim. A prova ocorrerá em 23 de janeiro, no mesmo local da tradicional. As inscrições abrirão no dia 19, também no site da pasta. Haverá mil vagas para crianças de 5 a 12 anos.

Serão 50 baterias, todas com premiação — os primeiros de cada um ganharão uma bicicleta, e o restante, medalhas. Os kits com camiseta, boné, squeeze, fruta e barra de cereal serão entregues no dia da corrida. A prova seguirá o modelo da primeira Corrida da Criança, promovida em 11 de outubro de 2015.

Doação de alimentos
Como é de costume, as doações de 1 quilo de alimentos não perecíveis feitas pelos participantes serão bem-vindas. Em 2015, foram arrecadadas 35 toneladas durante os dois dias em que os competidores pegaram os kits.

A arrecadação será repassada a instituições sem fins lucrativos cadastradas pela Comissão Organizadora do evento.

Histórico
Criada com o objetivo de trazer à capital atletas de outras unidades da Federação e corredores internacionais que vinham ao Brasil disputar a São Silvestre, em São Paulo, a Corrida de Reis teve a primeira edição em 6 de janeiro de 1971.

A primeira largada ocorreu no fim do Eixo Rodoviário Sul, e a chegada, na W3 Sul, em frente à antiga sede da TV Brasília. Pelo trecho de 8 quilômetros, correram 42 atletas — quase metade deles estrangeiros, como os futuros campeões olímpicos Frank Shorter, dos Estados Unidos, e Lasse Viren, da Finlândia. No ano seguinte, a prova foi para a W3 e tempos depois ganhou o Eixo Monumental.

Em 2011, a data da prova, que sempre era no fim de semana mais próximo de 6 de janeiro (Dia de Reis) foi transferida para o último sábado do mês.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós