Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Kátia Abreu de oposição radical ao governo pelo DEM á ministra da Agricultura da Dilma pelo PMDB

Katia Abreu, a ministra vira-casaca, agora é também “profeta”

A ministra da Agricultura, Katia Abreu (PMDB/TO), é mais uma que entrou tempos atrás para a lista de políticos que mudaram radicalmente de ideologia e partido, sabe-se lá porque. A ministra era do DEM, legenda que faz oposição radical ao governo Dilma Rousseff. Katia foi então para o PMDB, e logo de cara acabou sendo convidada para ser ministra de Dilma. Coincidência ou “Jesuscidência” (termo muito usado por Rosane Collor)? Vai saber…

Na noite desta quarta-feira (9), a ministra participou de um jantar de fim de ano na casa do senador Eunício de Oliveira (PMDB-CE), onde estava presente o senador José Serra (PSDB/SP). Em uma roda de conversa com senadores, Katia disse à Folha de S. Paulo que Serra chegou e fez um comentário descortês: “Kátia, dizem por aí que você é muito namoradeira”. Foi então que a ministra, tomada de ira, jogou um copo de vinho na cara do tucano. “Eu fiz o que qualquer mulher honrada faria. Respondi à altura de quem preza a sua honra”, afirmou à Folha. “Você nunca será presidente da República”, concluiu a ministra, dirigindo-se a Serra.

O comentário do senador paulista pode ter sido descortês e até de conotação machista, mas fazendo uma comparação com as HQs, Katia “namorou” primeiro com Lex Luthor e depois com Clark Kent e vice-versa. Até hoje a mudança ideológica da ministra é questionada.

A ministra disse que Serra nunca será presidente. Agora virou também “profeta”? Outra contradição: em 2010, Kátia apoiou Serra ao Palácio do Planalto (sic). Que confusão ideológica!

Com informações do Blog do Fred Lima

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós