Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Governador receberá novamente o Sindicato dos Professores

Encontro foi acordado na manhã desta quarta-feira (11) em reunião com o chefe da Casa Civil e o secretário de Educação. Categoria está em greve desde 15 de outubro


O chefe do Executivo local, Rodrigo Rollemberg, receberá representantes do Sindicato dos Professores nesta quarta-feira (11), no Palácio do Buriti, às 19h30. O encontro foi acordado em reunião na manhã de hoje, quando o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, e o secretário de Educação, Esporte e Lazer, Júlio Gregório Filho, receberam uma comissão formada por cinco diretores da entidade.

Será a quarta vez que o chefe do Executivo local se encontrará com o grupo desde o início da greve da categoria, em 15 de outubro. Os sindicalistas reuniram-se com representantes da antiga Secretaria de Relações Institucionais e Sociais (hoje vinculada à Casa Civil) outras cinco vezes nesse período. Desde o início do ano, ocorrem 23 reuniões.

Durante a negociação com os sindicalistas, Sampaio relembrou o difícil momento econômico enfrentado pelo Distrito Federal e se comprometeu a buscar soluções para o impasse que envolve a classe. "A partir do momento em que houver disponibilidade financeira, o governo vai cumprir a lei que determina o reajuste dos vencimentos. Também vamos discutir o pagamento dos retroativos aos servidores."

Para finalizar a paralisação, os professores exigem a retirada da ação judicial contra o movimento grevista, o não pagamento da multa aplicada ao Sindicato dos Professores e a garantia de que o ponto dos servidores que aderiram à greve não seja cortado.

Participaram do encontro pela manhã a subsecretária de Relações Institucionais e Sociais, Mari Trindade; o secretário-adjunto da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais, Igor Tokarski; e a deputada federal Erika Kokay (PT). Os deputados distritais Wasny de Roure (PT), Ricardo Valle (PT), Chico Vigilante (PT) e Reginaldo Veras (PDT) também estiveram na reunião.

Manifestação
O encontro dos grevistas com o governador ocorrerá depois que manifestantes tentaram invadir o Palácio do Buriti na manhã de hoje durante assembleia da categoria. Um vidro da sede do governo foi quebrado com uma pedra e grades de segurança foram arrancadas e usadas para bloquear o Eixo Monumental. Segundo a Polícia Militar, 1,4 mil pessoas participaram do encontro que se iniciou às 9 horas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós