Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Bombeiros expõem primeiro caminhão da frota de Brasília

Carro que transportou a seleção brasileira tricampeã mundial de futebol pelas ruas de Brasília, em 1970, pode ser visto no Quartel do Comando-Geral


Com 38 anos de história pelas ruas e estradas de Brasília, o primeiro caminhão do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal se aposentou em 2008, foi reformado e agora está exposto em frente ao Quartel do Comando-Geral, por tempo indeterminado. Antes dele, a corporação brasiliense utilizava veículos da frota do Rio de Janeiro, berço da instituição no Brasil.

Em 23 de junho de 1970, foi a este Mercedes-Benz fabricado em 1969 na Alemanha que coube transportar pela capital a seleção brasileira tricampeã mundial de futebol. A bordo dele, os jogadores e a taça Jules Rimet — roubada no Rio de Janeiro 13 anos depois — percorreram o Eixo Monumental, da Praça dos Três Poderes até a Rodoviária do Plano Piloto, e seguiram para o Palácio da Alvorada (veja na galeria fotos históricas do arquivo da corporação).

O veículo é considerado uma relíquia pelos militares, especialmente por quem o dirigiu. Motorista dele por 18 anos, o sargento do quadro da reserva remunerada Paulo César de Oliveira Braga, de 56 anos, diz que a viatura era a mais cobiçada na unidade. "Os olhos chegavam a crescer", afirma sorrindo. Também do quadro da reserva remunerada, o major Lucas Cardoso Lopes, de 57 anos, passou 20 da carreira militar ao volante do carro. "Era o melhor em câmbio e motor também. Hoje, há muito mais tecnologia, mas, para a época, não deixava a desejar", conta o oficial que entrou para a corporação aos 22 anos de idade. "A nossa juventude está ali", resume.

Vanguarda
De acordo com o Corpo de Bombeiros, um dos diferenciais do caminhão, na época, era o fato de ser o único a ter os três agentes extintores de fogo que existiam naquele tempo: pó químico seco, espuma e água (atualmente, há tecnologias que permitem o uso de outros materiais para combater incêndios, como o vapor e o gás carbônico). Quando saía para atender ocorrências, chegava a atingir a velocidade de 130 quilômetros por hora.

O Quartel do Comando-Geral fica no Setor de Administração Municipal, próximo ao Palácio do Buriti, na via que sai do Eixo Monumental e segue em direção ao Autódromo Internacional Nelson Piquet.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós