Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Andamento do ZEE é apresentado a Rollemberg

Nesta sexta (6), equipes responsáveis pelo plano de zoneamento ecológico-econômico detalharam para o governador proposta do documento que norteará o desenvolvimento sustentável de Brasília


Na tarde desta sexta-feira (6), o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, recebeu, no Palácio do Buriti, as equipes técnica e política que elaboram o plano de zoneamento ecológico-econômico (ZEE). O texto indicará como e onde devem ocorrer novos empreendimentos e ocupações do solo da cidade, com respeito às peculiaridades demográficas e ambientais de cada região administrativa. O documento é uma obrigação de todas as unidades federativas, estabelecida pela Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, e prevista na Lei Orgânica do Distrito Federal.

Para o secretário do Meio Ambiente, André Lima, o instrumento é prioridade na agenda de governo, pois sinaliza os rumos do desenvolvimento do Distrito Federal. "Aqui traçaremos diretrizes, saberemos quais serão as ferramentas usadas e os elementos que precisamos alinhar para chegar à sustentabilidade", afirmou. A meta da secretaria é que uma minuta de projeto de lei esteja pronta até fevereiro.

O chefe do Executivo parabenizou o empenho da equipe pelo detalhamento e pela profundidade do texto em elaboração. "Há muita informação neste estudo. Será um grande instrumento para este governo", disse Rollemberg. Ele aproveitou para reforçar a necessidade de a avaliação do plano levar em conta o planejamento orçamentário previsto para os próximos anos.

Os novos estudos de caso do projeto, que relacionam, por exemplo, saúde pública e quantidade de áreas verdes, foram apresentados pela subsecretária de Planejamento Ambiental e Monitoramento, da Secretaria do Meio Ambiente, Maria Sílvia Rossi. "É importante avaliarmos os cenários, as bases de dados e, principalmente, o exercício prático deste plano", destacou.

Site
Na ocasião, foi apresentado um esboço do site, em fase final de produção, que detalhará o plano para a população. "Vamos tornar disponíveis documentos técnicos, mapas e estudos", adiantou a subsecretária Maria Sílvia.

Participaram da reunião o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; os secretários de Mobilidade, Marcos Dantas; de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo (fusão das antigas pastas de Economia e Desenvolvimento Sustentável e de Turismo), Arthur Bernardes; de Gestão do Território e Habitação, Thiago Teixeira de Andrade; de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal; a presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Jane Vilas Bôas; o presidente da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), Lucio Rennó; e representantes da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) e da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós