Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Iniciativa privada ajuda moradores da Vila Basevi e da Fercal

Governador voltou aos locais afetados pelo temporal de 6 de outubro e anunciou a doação de telhas e rolos de lona preta por empresários. Novacap tem uma semana para recuperar 

Foto: Olivar de Matos.

O governador Rodrigo Rollemberg voltou na manhã desta quinta-feira (8) à Vila Basevi, em Sobradinho, para conversar com moradores sobre providências em relação aos estragos causados pela chuva que, na noite de 6 de outubro, destelhou 51 construções na área. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) tem uma semana para recuperar a Escola Classe Basevi, que está interditada.

Além disso, empresários doaram às famílias afetadas 4 mil telhas e 10 rolos de lona preta com 4 metros de largura e 100 metros de cumprimento, que também beneficiarão as 63 edificações destelhadas na Fercal. O material chegará amanhã. "Com a união do governo, da população e da iniciativa privada, aos poucos estamos retomando a normalidade na Vila Basevi e na Fercal", afirmou Rollemberg.

Desde a noite de terça-feira, a Defesa Civil atende demandas isoladas e aciona os órgãos necessários. Há dois postos de comando, um em cada região, que recebem doações para as famílias mais necessitadas. Na Fercal, os donativos devem ser levados à administração regional (DF-150, Km 12, Rua 2, Bairro Engenho Velho) e, na Vila Basevi, ao posto comunitário na entrada do setor. Segundo o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Marcos Pacco, a principal demanda é material de construção.

Equipes da secretaria visitaram 271 famílias na quarta-feira (7). O objetivo do trabalho, que continua hoje, é definir quem terá direito a receber o auxílio-vulnerabilidade, no valor de R$ 408. Os 60 servidores que trabalham nas áreas já entregaram 148 cestas básicas, de 350 disponíveis, aos moradores das casas atingidas. Ainda estão sendo levados colchões e caixas d'água. "Os assistentes sociais estão passando de casa em casa para garantir que os materiais sejam entregues apenas a quem realmente precisa", disse Pacco.

Como o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Fercal também foi atingido, os serviços foram transferidos para a administração regional até que a sede seja reparada e volte a funcionar.

Abastecimento
Os fornecimentos de água e de energia elétrica, suspensos em função do episódio, foram restabelecidos ontem. Antes disso, dois caminhões-pipas auxiliaram no abastecimento das moradias, cada um com 10 mil litros de água.

Ainda há uma família desabrigada na Vila Basevi e duas na Fercal. A primeira ocupa uma tenda cedida pela Defesa Civil, e as outras foram encaminhadas a casas de parentes ou vizinhos. Ao todo, 456 pessoas foram atingidas na primeira região e 252 na segunda. "Trata-se de um fenômeno natural comum no Sul do País, mas aqui algumas estruturas ainda não estão preparadas para suportar uma chuva dessa magnitude", explicou o coronel do Corpo de Bombeiros Militar Sérgio José Bezerra, subsecretário de Proteção e Defesa Civil da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. Ele também destacou que o fato de um dos locais ser uma área de risco não influenciou na tragédia.


Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós