Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Gás de cozinha puxa a inflação de setembro em Brasília

Energia elétrica e passagens de ônibus também contribuíram para a alta de 1,25% em relação a agosto

Foto: Aline Dias.

Com variação de 19,23% no valor do botijão, o gás de cozinha contribuiu diretamente para o aumento da inflação no Distrito Federal em setembro. Divulgado na manhã desta terça-feira (13) pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) com base no apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês passado ficou em 1,25% em Brasília e reverteu a tendência de queda de agosto, quando foi de -0,16%. Essa foi a maior taxa de variação mensal deste ano e também superou o IPCA/Brasil, que registrou índice de 0,54% no mesmo período.

Além do gás de cozinha, impulsionaram as taxas os gastos com energia elétrica (11,70%) e transporte público (8,33%). A inflação acumulada no ano na capital do País alcançou 6,33%, próximo ao teto da meta estabelecida pelo governo federal (6,5%), mas abaixo da média nacional (7,64%). Da mesma forma, em 12 meses, o índice de 8,38% ficou inferior à média brasileira, que atingiu 9,49%.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós