Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Emergência pediátrica do Hmib está interditada

Abelhas invadiram o local. Devido à greve, outras unidades funcionam parcialmente


O pronto-socorro pediátrico do Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib) está interditado desde a noite de terça-feira (20) por causa de uma infestação de abelhas. As crianças internadas na enfermaria próximo ao local atingido foram transferidas para outras áreas da unidade. Quem precisar de atendimento deve ser encaminhado aos Hospitais Regionais do Guará e da Asa Norte.

A emergência do Hmib funciona com 20 leitos e recebe cerca de cem pacientes por dia. Pediatras do hospital reforçarão o atendimento em outras unidades enquanto a área estiver isolada.

O Corpo de Bombeiros aplicou espuma expansiva na noite de ontem para conter o enxame e hoje trabalha para localizar o centro da colmeia que se formou em uma coluna de sustentação. Em agosto de 2015, a área havia sido interditada por cinco dias pelo mesmo motivo.

Greve
O atendimento em outras unidades da rede pública de saúde também está prejudicado em virtude da greve de servidores. Veja como está a situação:

Samu

Funciona normalmente, apesar da adesão de alguns servidores da enfermagem.

Plano Piloto

Hemocentro: atendimento normal.

Hospital de Base: a emergência funciona parcialmente. Nos ambulatórios, não há atendimento em proctologia e neurologia. Na radiologia, parte das pessoas com horário marcado conseguiu fazer o exame. Os casos graves encaminhados pela emergência e os pacientes internados estão sendo atendidos normalmente. A quimioterapia está com atendimento normal e radioterapia apenas dos casos mais graves.

Hospital Regional da Asa Norte: emergência sem atendimento. Dois médicos acompanham os pacientes internados no pronto-socorro. O ambulatório funciona parcialmente e todas as cirurgias eletivas foram canceladas.

Hospital Materno-Infantil: emergência ginecológica normal e cirurgias eletivas suspensas. No ambulatório, atendimento normal em todas as especialidades.

Centros de saúde: os de nº 7 e nº 8 estão funcionando, inclusive as salas de vacina. O restante, parcialmente.

Adolescentro: normal. Consultas estão sendo remarcadas.

Unidade mista: somente emergências.

Taguatinga

Hospital regional: unidade de internação, centro obstétrico e clínica médica com funcionamento normal. Na radiologia e no laboratório, só emergências. O ambulatório funciona parcialmente e o centro cirúrgico somente nos casos urgências e emergências. Os serviços de endocrinologia e de pé diabético estão normais. O exame de endoscopia está sendo feito apenas em pacientes internados.

Banco de leite: normal.

Centros de saúde: funcionam parcialmente.

Ceilândia

Hospital regional: emergência com escala normal de médicos, e número reduzido de técnicos de enfermagem e enfermeiros. O ambulatório funciona parcialmente.

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde: parcial.

Sobradinho

Hospital regional: emergência somente para casos graves. No ambulatório, atendimento restrito a gestantes do pré-natal de alto risco e a pacientes da oncologia. Cirurgias eletivas da oncologia e as de emergência estão mantidas.

Unidade de pronto-atendimento: parcial.

Centros de saúde: parcial.

Gama

Hospital regional: na emergência, somente casos graves. Atendimento de emergência apenas em oftalmologia e endoscopia no ambulatório.

Centros de saúde: parcial.

Guará

Hospital regional: emergência funciona com um médico. No ambulatório, atendimento restrito em oftalmologia e em pediatria. Consultas com demais especialidades estão suspensas.

Centros de saúde: parcial.

Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo e Parkway

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde: paralisação total.

Paranoá

Hospital regional: emergência com atendimento parcial e ambulatório parado.

Centros de saúde e Estratégia Saúde da Família: parcial.

Planaltina

Hospital regional: atendimento normal na emergência. Os serviços no ambulatório estão parados e as cirurgias eletivas serão remarcadas.

Centros de saúde: parcial.

Santa Maria

Hospital regional: emergência com atendimento apenas a casos graves. Cirurgias e radiologia somente para emergência. Laboratório funciona normalmente.

Centros de saúde: parcial.

Samambaia

Hospital regional: equipe na emergência reduzida. No ambulatório não haverá atendimentos agendados hoje. Radiologia e laboratório funcionam normalmente.

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde e Estratégia Saúde da Família: parcial.

Recanto das Emas

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde: parcial.

Brazlândia

Hospital regional: emergência normal. Ambulatório somente para pacientes da odontologia.

Centros de saúde: parcial.

Farmácias

Alto Custo em Ceilândia e na 102 Sul: 30% da equipe estão trabalhando e distribuem cem senhas por dia. Pacientes com atendimento agendado pelo telefone 160 estão sendo avisados do cancelamento.

A maioria das farmácias dos centros de saúde está funcionando para entrega de medicamentos.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós