Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

ELEITOS: Resultado preliminar da eleição para conselheiros tutelares é divulgado

Os votos começaram a ser apurados à meia-noite de domingo (4), no Ginásio Nilson Nelson. A lista oficial deve ser publicada nesta terça-feira (6). Os malotes com os votos foram abertos à meia noite de domingo

Foto: Aline Dias.


A Secretaria da Criança divulgou, na manhã desta segunda-feira (5), o resultado preliminar da votação para conselheiros tutelares, realizada no domingo (4). A apuração dos votos acabou às 5 horas de hoje e falta finalizar o processo de checagem. A lista completa dos colocados está disponível na página das eleições. O resultado oficial deve ser publicado nesta terça-feira (6).

A votação ocorreu sem incidentes sérios e foi encerrada às 17 horas. Dos 1,6 mil equipamentos usados na votação, oito tiveram que ser substituídos. Os eleitores que usariam os aparelhos tiveram que fazer o voto em papel, o que tornou o processo de apuração mais demorado.

Os votos começaram a ser contabilizados à meia-noite de domingo. Segundo a Secretaria da Criança, foi necessário atualizar as urnas para mudar o status de 300 candidatos, que tinham entrado com liminares para participar das eleições, mas constavam como indeferidos. Como os equipamentos tinham sido lacrados havia uma semana, não foi possível fazer a alteração antes, mas o problema não afetou a votação.

De acordo com a pasta, 125 mil pessoas compareceram às urnas ontem. “Na eleição anterior, foram 68 mil eleitores, o que já é um número alto. A população está compreendendo a importância dos conselhos tutelares e os resultados foram ótimos”, afirma a secretária de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Jane Klébia Reis.

Além dos 200 titulares que atuarão em 40 conselhos, foram escolhidos 400 suplentes, que assumirão em casos de vacância. O mandato é de quatro anos, com possibilidade de uma reeleição. A função deles é zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes, solicitar providências legais e imediatas para protegê-los, como pleitear vagas em escolas públicas, além de fazer a ponte entre órgãos do governo quando necessário.


Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós