Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Conselho de Saúde apresenta diretrizes para políticas na área

Documento foi entregue nesta manhã (9), quando governador e membros do colegiado debateram melhorias na prestação de serviços da rede pública

Foto: Olivar de Matos.
O secretário de Saúde, Fábio Gondim, o governador Rodrigo Rollemberg e o presidente do Conselho de Saúde do Distrito Federal, Helvécio Ferreira da Silva

O governo de Brasília recebeu uma importante contribuição para melhorar a saúde pública local. Na manhã desta sexta-feira (9), o presidente do Conselho de Saúde do Distrito Federal, Helvécio Ferreira da Silva, entregou ao governador Rodrigo Rollemberg um documento com 33 diretrizes estruturantes a fim de tornar mais eficientes os serviços prestados nas unidades que compõem a rede.

"São muitos os desafios nessa área. Precisamos refletir e debater o sistema", alertou o chefe do Executivo local em reunião na Residência Oficial de Águas Claras. "É essencial traçarmos estratégias conjuntas; estamos totalmente abertos para dialogar com o Conselho de Saúde e com a sociedade."

As propostas começaram a ser construídas no fim de 2014, quando a crise no desabastecimento da rede pública ficou mais grave. Dezenove dias após assumir o governo, Rollemberg estabeleceu estado de emergência na saúde do DF por meio do Decreto nº 36.279. Em paralelo, firmou um termo de cooperação técnica com a União, que consiste, por exemplo, no apoio de servidores federais para a resolução dos problemas do setor.

Segundo Helvécio, alguns dos itens do termo de cooperação convergiam com a agenda do conselho. Iniciou-se então a elaboração das metas para reformular a estrutura e os modelos de assistência e gestão da saúde. O documento com as 33 diretrizes foi publicado no Diário Oficial do DF em 24 de agosto, por meio da Resolução nº 466. Trata-se do início do plano para descentralizar a gestão da pasta. "Essas diretrizes representam a expressão da sociedade na área da saúde no DF", definiu o presidente do Conselho de Saúde local.

O secretário de Saúde de Brasília, Fábio Gondim, reforçou a importância da reunião para priorizar a participação social nas políticas de saúde. "Estamos buscando soluções para os problemas, com cuidado e dedicação para garantir atendimento de qualidade." O titular da pasta reconheceu a grave situação na área e convocou os representantes das entidades que integram o conselho para colaborarem com o trabalho do governo.

Além de representantes do colegiado, participaram da reunião a secretaria-adjunta de Saúde, Eliene Ancelmo Berg, e o promotor de Justiça de Defesa da Saúde do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Jairo Bisol.

Conselho
Órgão deliberativo vinculado à Secretaria de Saúde, o Conselho de Saúde do Distrito Federal é composto por representantes de entidades e movimentos representativos de usuários, entidades representativas de trabalhadores da área da saúde, governo e prestadores de serviços de saúde.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós