Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Pessoas com deficiência têm atendimento exclusivo na Agência do Trabalhador do SCS

638 vagas são ofertadas na unidade do Setor Comercial Sul nesta sexta-feira. No Dia D, representantes de 30 instituições privadas entrevistam os candidatos

Foto: Olivar de Matos.

A estudante de técnico em secretariado Maria Betânia Neves de Souza, de 20 anos, está desempregada há seis meses e, por isso, busca uma colocação. “Como está muito difícil, procuro uma oportunidade em qualquer área.” Com uma deficiência no braço esquerdo, Betânia foi uma das pessoas atendidas nesta sexta-feira (25) na primeira edição em Brasília do Dia D — Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência e Reabilitados — na Agência do Trabalhador do Setor Comercial Sul, no Plano Piloto.

Desde as 9 horas os candidatos verificam as 638 vagas existentes para pessoas com deficiência — auxiliar administrativo, auxiliar em farmácia de manipulação, auxiliar de limpeza, auxiliar em linha de produção, atendente de lojas, cobrador de ônibus, frentista, mensageiro e empacotador.

Caso se encaixem em alguma delas, o cidadão é encaminhado para uma entrevista com a empresa. Trinta instituições privadas do Distrito Federal estão na unidade para conversar com os concorrentes. “Hoje fiz duas entrevistas, uma para recepcionista em um restaurante e outra como atendente em uma loja de vendas; é a primeira oportunidade desde que me cadastrei”, enfatizou Betânia.

Quem comparece ao local participa de palestras e dicas sobre a Agência Virtual do Trabalhador e recebe orientação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre o direito previdenciário. O Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) também estão com estandes nos quais havia informações sobre cursos de qualificação e capacitação profissional. Além disso, a Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo emite Carteira de Trabalho.

A ação é promovida pela pasta em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos. Durante a manhã de hoje, a unidade recebeu a visita dos dois secretários, Thiago Jarjour e Marise Nogueira, respectivamente, e da colaboradora do governo, Márcia Rollemberg, e esposa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Para Jarjour, a iniciativa é um marco na história da capital no que diz respeito a políticas públicas. “Começamos a trilhar um caminho que não tem mais volta, temos que progredir nesse sentido a cada dia, e a ideia agora é trabalhar no projeto para criar uma agência do trabalhador exclusivamente para pessoas com deficiência”, antecipou. “Aqui já é o primeiro passo para o desejo de consolidarmos uma unidade específica para pessoas com deficiência”, completou Márcia Rollemberg.

Mobilização
O Dia D — Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência e Reabilitados — é uma iniciativa do Ministério do Trabalho e do Emprego em parceria com estados e municípios que promovem a ação. Neste ano, Brasília aderiu ao programa, e hoje 24 estados e o Distrito Federal participaram simultaneamente.

A mobilização faz parte da Agenda do Trabalho Decente, da pasta, e do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência — Viver sem Limite —, do governo federal, que promovem a inclusão e a igualdade com ações de qualificação de trabalhadores e conscientização das empresas.

A atividade ocorreu pela primeira vez em 2012, em Mato Grosso, e depois se expandiu para várias regiões do Brasil, onde são promovidas atividades voltadas ao cumprimento da Lei Federal nº 8.213, de 1991. A legislação determina que empresas com mais de 100 empregados devem incluir de 2% a 5% de pessoas com deficiência ou beneficiários reabilitados do INSS no quadro de pessoal.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós