Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Forças de segurança definem proposta de percurso da tocha olímpica em Brasília

Um dos principais símbolos dos jogos Rio 2016 vai cruzar regiões administrativas e pontos turísticos da capital, em trajeto com cerca de 140 quilômetros

Em 3 de maio de 2016, a tocha olímpica chega a Brasília. Como preparação para receber a chama, representantes das forças de segurança pública da capital e do Rio de Janeiro traçaram durante o fim de semana o provável trajeto a ser percorrido pelo símbolo. A previsão é que até a segunda quinzena de setembro a equipe carioca aprove a proposta ou peça alterações.

Por enquanto, está garantido que ela partirá do Palácio do Planalto, passará por monumentos turísticos como Torre de TV, Memorial JK e Praça do Buriti, além de outras regiões administrativas e voltará à Esplanada dos Ministérios. O percurso tem distância aproximada de 140 quilômetros.

De acordo com o coronel da Polícia Militar Paulo Roberto Batista de Oliveira, coordenador da Comissão Distrital de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Olímpicos Rio 2016, o trecho definitivo ainda depende de análise e validação da comissão estadual, no Rio de Janeiro. "Levamos alguns membros da equipe de segurança carioca a algumas regiões administrativas e a avaliação preliminar deles foi bastante positiva", destaca o militar.

Preparação
A saída a campo dos colegiados distrital e estadual faz parte do 1º Seminário de Oficinas Técnicas para o Planejamento Integrado — Jogos Olímpicos 2016. Em 20 de agosto, cerca de 300 representantes de 45 instituições dos governos federal, dos estados e de Brasília participaram da abertura do evento. Até 11 de setembro, 22 oficinas temáticas ocorrem com o objetivo de integrar as corporações de segurança pública e elaborar um plano para garantir a ordem durante o evento.

A escolha dos condutores da chama caberá ao Comitê Rio 2016. Ainda não é possível se candidatar, mas no site da organização há uma área onde será informada a abertura das inscrições aos interessados em participar do revezamento. Em todo o Brasil, 12 mil pessoas percorrerão em torno de 200 metros cada uma. A expectativa é passar por aproximadamente 20 mil quilômetros de estradas e ruas de 300 cidades e cruzar 10 mil milhas aéreas em trechos das Regiões Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande — sem que o fogo se apague e chegue ao Rio de Janeiro em 5 de agosto, quando se acenderá a pira.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós