Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Permissões de feirantes com boxes fechados poderão ser canceladas

Medida faz parte do processo de revitalização dos shoppings populares e feiras de Brasília. Mudanças começarão pelo centro comercial do Plano Piloto

Foto: Olivar de Matos.

A versão anterior dava a entender que a reformulação já começou no Shopping Popular do Gama. No entanto, ainda não há previsão de início para aquele centro comercial e as feiras. Por enquanto, o processo está sendo feito somente no Shopping Popular do Plano Piloto.

O governo iniciou o processo de reformulação do modelo dos dois shoppings populares e das 84 feiras de Brasília. A ideia é tornar os ambientes mais agradáveis e atrativos para a população. O trabalho da Secretaria de Gestão do Território e Habitação começou pelo centro comercial do Plano Piloto, ao lado da antiga rodoferroviária, que servirá de padrão para os outros — inclusive o do Gama, ainda sem data definida. "Até julho de 2016, vamos regularizar a situação dos feirantes que atuam de fato e retirar a permissão dos que mantêm os boxes fechados ou alugaram o espaço", afirma o subsecretário de Cidades, José Falcão. No fim da regularização, haverá nova licitação para preencher as vagas que porventura surgirem.

Segundo levantamento da pasta, no shopping do Plano Piloto, dos 1,5 mil boxes, apenas cerca de 200 abrem diariamente. Ter permissão para atuar nas feiras e nos shoppings não significa que o comerciante seja proprietário do boxe, explica Falcão. "Ele precisa vender produtos de qualidade, com atendimento de qualidade; se não o fizer, perde o direito de explorar comercialmente o espaço que é público." Em Brasília, há aproximadamente 26 mil permissões.

O projeto de revitalização inclui a reorganização dos boxes, a promoção de eventos culturais e o uso correto das permissões, além da conscientização sobre a importância de manter os ambientes em pleno funcionamento. "Vamos melhorar a circulação interior com a criação de novos corredores, de praças de alimentação e de áreas de descanso", enumera o subsecretário. Os feirantes serão capacitados em centros de educação empreendedora, a serem instalados em cada unidade. O objetivo é fazer com que os comerciantes tornem os produtos mais atraentes para buscar mais compradores.

O shopping popular do Plano Piloto, que já conta com um posto do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), ganhará um do Na Hora.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós