Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Evite que seu carro apresente problemas em dias frios

O portal orienta os motoristas que possuem carros movidos a etanol ou flex. Aprenda como dar a partida a frio nesses automóveis 

O outono é considerado a estação do ano que deixa o ar um pouco mais frio e seco em todo o Brasil. Especialistas afirmam que as temperaturas abaixo dos 15ºC já podem afetar o desempenho dos limpadores de para-brisa, pneus e motor. Por isso é tão importante levar o veículo regularmente à oficina, e garantir uma manutenção preventiva.

Com temperaturas abaixo de 12ºC, por exemplo, o etanol não se vaporiza e acaba dificultando a ignição. Dessa forma, os proprietários de veículos movidos a etanol ou flex precisam redobrar a atenção na hora de encher o tanque. Para Alessandro Soldi, vice-presidente do SINCODIV-DF, o “tanquinho auxiliar” de partida a frio deve estar abastecido com gasolina de alta octanagem – índice de resistência à detonação dos combustíveis automobilísticos.

A Volkswagen, no entanto, criou um modelo que elimina a necessidade do tanquinho auxiliar. O novo dispositivo requer 10 segundos de espera para que o motor funcione corretamente. Ainda segundo Soldi, o bom desempenho do carro só acontece se o combustível estiver compatível com a capacidade do motor. De acordo com a Petrobras, o Índice Antidetonante (IAD) das gasolinas produzidas no país são: gasolina comum (87%), gasolina aditivada supra (87%) e gasolina podium (95%).

O motor, por sua vez, exige um esforço ainda maior do “motor de partida”, que é alimentado pela bateria. “Para não correr o risco de ficar a pé ou ter gastos extras, o motorista precisa ficar atento às condições da bateria do carro em dias mais gelados”, orienta Soldi. O concessionário ainda sugere uma revisão na parte elétrica do automóvel e no sistema de injeção eletrônica.

7 dicas de como dar a partida a frio em carros movidos a etanol ou flex:

1. Certificar-se com frequência de que as velas estão em plenas condições de uso;

2. Promover a manutenção no reservatório de gasolina;

3. Trocar a gasolina do reservatório, a cada 90 dias, e abastecê-lo constantemente para que o combustível se renove sempre;

4. Verificar se o sistema de partida a frio está realmente operando (injetando);

5. Verificar se não há vazamento de combustível no sistema de partida a frio;

6. Reservatório deve receber mistura própria e, jamais, detergente comum ou sabão de uso doméstico;

7. Todos os pneus, inclusive o estepe, devem ser verificados pelo menos uma vez por semana.

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós