Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Encontro de motocilistas na Torre de TV

Foto: Emerson Tormann

Um dos monumentos mais conhecidos da cidade receberá, todas as terças-feiras, eventos de rock e motos. Secretaria de Turismo vê a ação como oportunidade empresarial

Quem passa pelo Eixo Monumental à noite está acostumado a ver a Torre de TV — um dos principais pontos turísticos da cidade — enfeitando a paisagem. Há três semanas, no entanto, o visual noturno incluiu a presença de motociclistas e roqueiros, que reúnem-se às terças-feiras para o Point das Máquinas. “Vimos aqui o casamento perfeito entre os interesses dos comerciantes e do público”, define o organizador do evento, Roberto Sávio, o Betinho.

O Point das Máquinas surgiu em 2000, inicialmente formado por 10 moto clubes — hoje são mais de 200. Antes de definirem a praça da Feira da Torre como local, os motociclistas ocuparam a frente de shoppings, supermercados, Autódromo Internacional Nelson Piquet, estacionamento do Ginásio Nilson Nelson e Ponte JK. “Sempre gostei da Torre de TV pela arquitetura e pela localização”, declarou.

Primeiramente, para conseguir levar o encontro até lá, o produtor conversou com os feirantes e percebeu que a maioria dos comerciantes e artesãos sentem falta de um público noturno. A categoria mostrou interesse em continuar os trabalhos noite adentro, além do horário convencional — de terça a quinta-feira, das 9 às 17 horas.

A iniciativa partiu da Federação de Moto Clubes do Distrito Federal e Entorno, da qual Betinho é presidente, em parceria com a Associação dos Artesãos, Artistas Plásticos e Manipuladores de Alimentos da Feira de Artesanato da Torre de TV, com o apoio da Secretaria de Turismo e da Administração do Plano Piloto. Também existem shows gratuitos. “É uma forma de não restringir o espaço apenas aos motociclistas”, defende o organizador. “Queremos expandir, mas para isso precisamos de patrocínio, porque o custo de um evento semanal como este varia de R$ 10 mil a R$ 15 mil."

Patrocínio
Desde janeiro, o desenvolvimento de políticas para o artesanato é atribuição da Secretaria do Turismo, por meio da Subsecretaria de Artesanato e Produção Associada. Antes, os artesãos eram vinculados à Secretaria do Trabalho. “A ocupação dá outra cara ao lugar, uma cara de cidade”, compara o subsecretário de Promoção e Marketing da Secretaria de Turismo, Sandro Cunha.

Segundo ele, o projeto tem potencial de crescimento. “Demos toda a colaboração institucional e estamos buscando patrocínio para que o evento fique cada vez melhor.” Segundo o subsecretário, o momento é de organização. “Vimos a oportunidade de apoiar eventos com outras temáticas em outros dias.” Ele informou que a ideia da pasta é que as ações sejam variadas: “Estamos articulando com produtores musicais, com escolas de samba e DJs”, adiantou.

Comércio
A iniciativa veio em boa hora para a artesã Franciele dos Santos, dona de uma banca de cutelaria na feira há 15 anos. “Não costumamos abrir durante a semana, mas achamos ótimo e esperamos outros eventos.”

O comerciante José Luiz de Souza, dono de uma barraca de comidas típicas da Região Norte, acredita que compensou ficar aberto até mais tarde. “Vamos ficar aqui enquanto estivermos vendendo”, garantiu.

“Este é o melhor lugar para o evento: há facilidades de infraestrutura, comércio e localização”, enumerou a batedora da Polícia Rodoviária Federal Lídia da Mata, membro fundadora do moto clube Chip’s e frequentadora dos encontros desde 2001. “Mesmo para turistas, é uma forma de fazer um programa diferente”, lembrou a motociclista.

Esta foi a terceira edição do Point das Máquinas no local e contou com público de, pelo menos, 6,5 mil pessoas. O primeiro evento levou público de 2 mil interessados à Torre de TV, e o segundo, na semana passada, 5 mil. Durante o encontro, os banheiros funcionam, e o policiamento é reforçado. Para a próxima edição, em 16 de junho, a produção fará uma campanha de doações de agasalhos.

Point das Máquinas
Às terças-feiras, das 18 à meia-noite
Na praça da Feira de Artesanato da Torre de TV
Eixo Monumental

Torre de TV
Mezanino e mirante
De terça-feira a domingo, das 9 às 20 horas

Feira de artesanato
De terça a quinta-feira, das 9 às 17 horas, e de sexta-feira a domingo, das 9h às 18 horas

Fonte: Redação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós