Últimas

%23BrasíliadeTodosNós

Fibra lança agenda legislativa da indústria para 2015

Publicação traz posicionamentos sobre projetos de lei em tramitação na Câmara Legislativa


Foto: Nilson Carvalho

O presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, entrega ao governador Rodrigo Rollemberg e à presidente da Câmara Legislativa, a deputada distrital Celina Leão (PDT), a Agenda Legislativa da Indústria do DF 2015

Empresários, industriais, parlamentares, secretários de Estado e o governador de Brasília prestigiaram o lançamento, nesta quarta-feira (20), da Agenda Legislativa da Indústria do Distrito Federal. O documento traz uma seleção de projetos de lei em tramitação na Câmara Legislativa e considerados prioritários para o setor produtivo. A publicação, editada pela Federação das Indústrias do DF (Fibra), chega este ano à 13ª edição, na qual são apresentados os posicionamentos da entidade sobre 34 propostas de alterações em políticas econômicas, tributárias, urbanas, ambientais e sociais.

"É muito importante saber a opinião do setor produtivo, que tem um papel fundamental para impulsionar a economia e gerar oportunidades de trabalho, negócios e renda", comentou o governador Rodrigo Rollemberg. Ele traçou um panorama das medidas tomadas para equilibrar as contas públicas e explicou aos empresários e parlamentares o objetivo dos projetos de lei anunciados na semana. "Precisamos aumentar a receita para cumprir os compromissos com os servidores públicos, melhorar a qualidade dos serviços e recuperar a capacidade de investimento."

Segundo o presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, a agenda vai facilitar a produção de políticas públicas para a indústria e o setor produtivo, o que inclui o comércio e a prestação de serviços. Outra finalidade é a segurança jurídica. "A Câmara Legislativa será de muita valia para criar esse ambiente seguro que possa atrair indústrias, empregos e investimentos."

"São posicionamentos democráticos do setor produtivo, formato que deve ser copiado por outros segmentos", comentou a deputada Celina Leão, presidente da Casa. Além dos 34 projetos elencados na agenda, Celina convidou o setor industrial a participar mais ativamente dos trabalhos legislativos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© direitos reservados
feito com por Brasília de Todos Nós